Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2018

Efeitos imediatos da manipulação torácica na neurodinâmica do membro superior.

Imagem
Immediate Effects of Thoracic Spine Thrust Manipulation on Neurodynamic Mobility Aaron J. Hartstein, PT, DPT, a Arthur J. Lievre, PT, DPT, a Jason K. Grimes, PT, PhD, b and Sheri A. Hale, PT, PhD a Objetivo: O objetivo deste estudo foi investigar os efeitos imediatos da manipulação axial da coluna torácica (TSM) no teste de provocação do membro superior (ULPT) e teste de depressão sentado (SST) em indivíduos com deficiências de mobilidade neurodinâmica. Um objetivo secundário era determinar se existia correlação entre a percepção de efeito e melhorias na mobilidade neurodinâmica após uma manipulação de impulso em comparação com a mobilização. Métodos: Um desenho experimental pré-teste pós-teste randomizou 48 adultos em 2 grupos: TSM ou mobilização. Os participantes com deficiência de mobilidade neurodinâmica identificada, avaliada com o ULPT ou com a SST, receberam intervenção (TSM, n = 64 membros; mobilização, n = 66 membros). A percepção do efeito foi avaliada p

Vamos falar de Osteopatia Craniana?

Em 2010, a Organização Mundial da Saúde divulgou referências para o treinamento em osteopatia em que consideravam a osteopatia craniana como uma importante habilidade osteopática. No entanto, as evidências que apóiam a confiabilidade do diagnóstico e a eficácia do tratamento neste campo parecem cientificamente fracas e inconsistentes. A osteopatia  craniana (OMM) envolve a manipulação dos ossos do crânio e do mecanismo respiratório primário para melhorar a estrutura e a função em crianças e adultos. Como é um tema muito controverso, muitos estudos visam estudá la e entender sua aplicabilidade clínica. Um estudo teve como objetivo identificar e avaliar criticamente a literatura sobre a eficácia clínica da OMM craniana. As palavras-chave clínicas "manipulação craniana" OU "osteopatia no campo craniano" OU "osteopatia craniana" OU "técnica craniossacral" foram pesquisadas nas seguintes bases de dados eletrônicas: EMBASE, MEDLINE In-Proc

Manipulação da coluna e exercícios para dor lombar em adolescentes.

Imagem
Spinal Manipulation and Exercise for Low Back Pain in Adolescents: A  Randomized Trial Authors: Roni Evans, a ; Mitchell Haas, a ; Craig Schulz, a ; Brent Leininger, a ; Linda Hanson a ; Gert Bronfort, a,* A dor lombar (lombalgia) é comum na adolescência, mas há uma escassez de alta qualidade pesquisa para informar o cuidado adequado a esses casos. Foi realizado um estudo randomizado multicêntrico comparando 12 semanas de terapia manipulativa espinhal (SMT) combinada com terapia de exercício (ET) para ET  sozinho. Os participantes foram 185 adolescentes com idades entre 12 e 18 anos com lombalgia crônica. O desfecho primário foi a gravidade da lombalgia em 12, 26 e 52 semanas. Resultados secundários incluiu incapacidade, qualidade de vida, uso de medicamentos, paciente e cuidador melhoria e satisfação. Os resultados foram analisados ​​utilizando-se modelos de efeito misto. Um teste omnibus que avalia as diferenças nos resultados in

Palpação de localização da cabeça longa do bíceps em pacientes assintomáticos – um grande desafio para todas as áreas da saúde!

Imagem
O nosso texto dessa semana fala sobre um artigo que realizou um estudo piloto prospectivo, simples cego para determinar a acurácia da palpação da cabeça longa do tendão do bíceps (LHBT) dentro do sulco intertubercular com o uso da localização ultrassonográfica como padrão ouro. Muito interessante a metodologia já que foi utilizado o ultrassom (US) como padrão correto da localização da estrutura anatômica avaliada. Foram selecionados vinte e cinco voluntários assintomáticos, do sexo masculino e feminino, com idades entre 24-41 anos (média de 30,9 ± 4,3 anos) com índices de massa corporal de 19,3 a 36,3 kg / m (2) (23,84 ± 4,8 kg / m (2)) ou seja, tivemos um grupo muito bem delimitado e assintomáticos, o que diminiu e muito os possíveis vieses do estudo! Três examinadores de diferentes experiências (um médico da equipe de medicina esportiva, um médico esportivo e um residente de medicina física e reabilitação) identificaram a localização do LHBT no sulco intertubercular por meio