Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

Confiabilidade dos testes das articulações sacroilíacas - qual ou quais testes devemos utilizar?

Man Ther. 2007 Feb;12(1):72-9. Epub 2006 Jul 12.
The reliability of selected motion- and pain provocation tests for the sacroiliac joint. Robinson HS1, Brox JI, Robinson R, Bjelland E, Solem S, Telje T. Author information
1Section for Health Science, University of Oslo, P.O. Box 1153, Blindern, N-0318 Oslo, Norway. h.s.robinson@medisin.uio.no <h.s.robinson@medisin.uio.no>


O artigo citado é do periódico Manual Therapy cujo índice de impacto é de 1,761 e já sabemos o que isso significa.
Começamos a semana falando sobre o índice de Kappa que é uma maneira de avaliarmos a concordância de um fenômeno e agora vamos analisar um artigo onde essa ferramenta foi utilizada.
O estudo se propôs a realizar a confiabilidade entre sete testes para a articulação sacroilíaca uni ou bilateralmente.
Os testes escolhidos foram - teste de compressão, teste de distração ou “gapping” test, teste provocativo de dor posterior, teste de Patrick ou Fabere, teste de rotação interna bilateral em prono, teste de join…
ESTUDO: Profile of members of the Australian Osteopathic Association: Part 1 e The practitioners
REVISTA: International Journal of Osteopathic Medicine 12 (2009) 14e24

Objetivo do estudo: O Conselho de Pesquisa da Associação Osteopática australiano (AOA) identificou a necessidade de coletar dados sobre os membros da Associação, bem como "quem" e "o que" eles tratam a fim de orientar o planejamento estratégico na pesquisa.

Métodos: Um censo de duas partes foi enviado aos membros da AOA (n¼656). Parte 1 centrou-se nos profissionais parte 2 sobre os pacientes. Levantamentos de grupos específicos da profissão osteopática na Nova Zelândia e Reino Unido, bem como pesquisas anteriores australianos foram obtidos para análise comparativa e temporal.
Resultados: A taxa de resposta foi de 52% da população da amostra. O gênero foi dividido igualmente, Prática da maioria era um 32 e 40 h semana de trabalho em um (59%) ou dois (33,8%) locais. Eles consultam uma média …

Utilizamos métodos capazes de detectar as pequenas variações das habilidades palpatórias?

Artigo - Differences between the cutaneous two-point discrimination thresholds of chiropractic students at different stages in a 5-year course.
Revista Journal of Manipulative and Physiological Therapeutics
2002 outubro 25(8) 521-5
Autores - Chandhok PS, Bagust J.               Anglo-European College of Chiropractic, Bournemouth, UK.
O artigo visa investigar as diferenças entre a acuidade tátil em diferentes estágios do curso de quiropraxia do Anglo-European College of Chiropractic na Inglaterra.
Metodologia - foi realizado o teste de discriminação de dois pontos no dedo indicador da mão dominante e não dominante ( o antebraço do lado dominante foi utilizado como parâmetro de normalidade e não sofreu alterações significativas) dos 74 sujeitos divididos em 5 grupos, de acordo com o nível de formação.
O teste de discriminação de dois pontos é um teste comum utilizado para avaliação da sensibilidade de indivíduos com distúrbios sensório motores. Deve ser utilizado com muito critério em indivídu…
COMO OS PACIENTES PROCURAM OS OSTEOPATAS?
baseado no artigo: How patients choose osteopaths: A mixed methods study? Felicity L. Bishop∗, Katherine Bradbury, Nur Nadiah Hj Jeludin, Yolanda Massey, George T. Lewith
Objetivos do estudo:  Explorar como os pacientes escolhem osteopatas particulares para se consultar;  Para testar se as preferências dos pacientes para osteopatas depende: 1 -  do sexo,  2 - as qualificações do osteopata,  3 - o custo do tratamento.
Como: Um projeto de métodos mistos explicativo incorporando um estudo quasi-experimental gerido por inquérito postal e um estudo de entrevista qualitativa. 
Ambiente: Uma amostra de pacientes em uma clínica privada de terapia complementar no Reino Unido concluiu uma pesquisa; uma segunda amostra de pacientes recrutados em clínicas de osteopatia participaram de entrevistas qualitativas. 
Foram entrevistados na pesquisa, homens e mulheres (n = 176) classificaram a probabilidade de consultar cada um dos oito osteopatas ficcionais, r…