Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2014

Quais os efeitos da manipulação lombosacral bilateral na excitabilidade nervosa?

Artigo - O efeito da manipulação lombosacral na excitabilidade do reflexo espinhal e corticoespinhal em participantes assintomáticos. J Manipulative Physiol Ther. 2012 Feb;35(2):86-93. doi: 10.1016/j.jmpt.2011.09.010. Epub 2011 Oct 28. The effect of lumbosacral manipulation on corticospinal and spinal reflex excitability on asymptomatic participants. Fryer G 1, Pearce AJ . Author information 1School of Biomedical and Clinical Sciences and Institute of Sport, Exercise and Active Living, Victoria University, Melbourne, Australia. gary.fryer@vu.edu.au O artigo foi publicado em uma revista de impact factor (IF) de 1,358. O objetivo do estudo foi examinar os efeitos de uma manipulação de alta velocidade, de baixa amplitude (HVLA) para a articulação lombossacral na excitabilidade corticoespinhal, medida pelo potencial evocado motor (MPE), utilizando a estimulação magnética transcraniana, e a excitabilidade do reflexo, medido pelo reflexo Hoffman (H-refle
Título: Grande fadigabilidade do diafragma em indivíduos com dor lombar recorrente. Greater diaphragm fatigability in individuals with recurrent low back pain Autores: Lotte Janssensa, ∗ , Simon Brumagnea, Alison K. McConnellb, Greet Hermansc, Thierry Troostersa,d, Ghislaine Gayan-Ramireze Revista: Respiratory Physiology & Neurobiology 188 (2013) 119–123. O diafragma tem um papel importante no controle da coluna vertebral.   O aumento da demanda respiratória compromete o controle da coluna vertebral, especialmente em indivíduos com dor lombar (LBP) . O objetivo era determinar se os indivíduos com lombalgia apresentam uma maior fatigabilidade diafragma em comparação com controles saudáveis. Pressões transdiafragmáticas de contração ( TwPdi ) foram registrados em 10 pacientes com lombalgia e 10 controles, antes e 20 e 45 min após a inspiração da musculatura inspiratória (IML). Indivíduos com LBP mostrou uma diminuição significativa potenciada TwPdi , 20

Como utilizar referências anatômicas para guiar a palpação diagnóstica da coluna lombar?

Post baseado no artigo - J Anat. 2007 Feb;210(2):232-6. Which spinal levels are identified by palpation of the iliac crests and the posterior superior iliac spines? Chakraverty R 1 , Pynsent P , Isaacs K Author information 1Royal Orthopaedic Hospital, Birmingham, UK. rob.chakraverty@virgin.net Muitos pontos anatômicos de referência são utilizados como guias para a prática clínica e a elaboração do diagnóstico em Osteopatia. O artigo faz uma relação entre uma referência muito comum que são os níveis vertebrais que estão na altura das cristas ilíacas e das espinhas ilíacas póstero superiores. Normalmente, utilizamos a referências das cristas para os níveis de L4 ou L4-L5 e as EIPS para os níveis de S2 porém, isso acontece da mesma maneira para todos os indivíduos?  No estudo foram utilizados 75 pacientes (49 mulheres) e foram mensuradas as referências anatômicas por uma metodologia própria e validada, com imagens e marcadores. Os resul
NOME DO TRABALHO: Bilateral and multiple cavitation sounds during upper cervical thrust manipulation James REVISTA: BMC Musculoskeletal Disorders 2013, 14:24 http://www.biomedcentral.com/1471-2474/14/24 AUTORES: Dunning, Firas Mourad, Marco Barbero, Diego Leoni, Corrado Cescon and Raymond Butts Contexto: O estalo produzido durante a alta velocidade , de baixa amplitude ( HVLA ) manipulação impulso é um som comum; no entanto, o nosso conhecimento , nenhum estudo havia investigado o local de cavitação sons durante a manipulação da coluna cervical superior. O principal objetivo foi determinar de qual lado cavita a coluna durante C1-2 manipulação rotatória . Objetivos secundários foram a calcular a média do número de estalidos , a duração do impulso manipulação cervical superior , e a duração de uma única cavitação . Métodos: Dezenove participantes assintomáticos receberam duas manipulações de impulso cervicais superiores que visam a direita e a esqu