Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2017

Terapia Craniosacral em Transtornos do Espectro do Autismo.

O texto dessa semana visou explorar o uso da Terapia CranioSacral (CST) para pessoas com Transtorno do Espectro do Autismo (ASD), a demografia dos participantes e a interpretação retrospectiva das mudanças relatadas relacionadas à intervenção. Um ponto interessante que pode ser considerado um viés importante na interpretação dos dados foi que o estudo utilizou a participação de terapeutas, pais e clientes ou seja, quando esses sabiam que estava sendo realizada uma intervenção alguma melhora tende a ser observada.

Outro ponto interessante desse estudo foi que foram realizadas os recrutamentos e as coletas de dados online dos questionários, esses questionários incluiram perguntas demográficas para entender tanto a extensão do uso clínico quanto as razões para tal tratamento, e as pesquisas foram exclusivas para cada grupo de sujeitos.

Todos os participantes receberam uma lista de verificação de comportamento funcional de 20 itens como um meio para medir sua percepção de mudança atribuíd…

Um estudo de grupos independentes, randomizado investigando as respostas do sistema nervoso simpático a duas terapias manuais Tratamentos em pacientes com dor lombar crônica

A randomised, independent groups study investigating the sympathetic nervous system responses to two manual therapy treatments in patients with LBP Jo Perry a, *, Ann Green b, Sally Singh c, Paul Watson d
a Coventry University, Faculty of Health and Life Sciences, Department of Applied Sciences and Health, Priory Street, Coventry, CV1 5FB, UK
b Coventry University, Faculty of Health and Life Sciences, Priory Street, Coventry, CV1 5FB, UK
c Coventry University, Faculty of Health and Life Sciences, Department of Physiotherapy, Priory Street, Coventry, CV1 5FB, UK
d Department of Anaesthesia, University of Leicester, University Road, Leicester, UK Manual Therapy xxx (2015) 1e7
Um estudo de grupos independentes, randomizado investigando as respostas do sistema nervoso simpático a duas terapias manuais Tratamentos em pacientes com dor lombar crônica
Terapia manual (MT) e técnicas de terapia de exercícios são comumente utilizados, orientação recomendada Tratamento na dor lombar não específica (LBP). Ev…

A disfunção somática de Still até hoje

Andrew Taylor Still desenvolveu o raciocínio original de lesão osteopática ou disfunção somática (termo utilizado mais tarde) com base na obstrução de circulação de fluídos corporais e especialmente se referindo as estruturas ósseas e mais precisamente na coluna vertebral.
Esse conceito tem sido ao longo dos anos um problema no ensino da osteopatia e o artigo dessa semana fará uma revisão narrativa histórica sobre a evolução desse conceito ao longo do tempo e sua relação com grande modelos baseados em evidências que explicam esses achados clínicos.
O conceito original de Still para a lesão osteopática mostra o fascínio que o Old Doc tinha pela fisiologia do corpo humano e como o ambiente da época interferiu nos seus estudos. A tecnologia era um dos campos de estudos que fascinava o Dr Still e com isso percebe se conceitos de mecânica Newtoniana clássica, estávamos na época da Revolução Industrial do séc XIX, e essas leis descreviam um movimento perfeitamente construído sob um sistema de…