Ciost 2018 - Argentina

Teremos nessa semana uma publicação um pouco diferente onde um de nossos autores, Leonardo Nascimento que vos escreve aqui, esteve presente e irá contar um pouco como foi esse evento que contou com a presença de mais de 300 participantes e com professores da Argentina, Itália, França, Espanha e Brasil.

O nosso congresso começou com uma brilhante palestra do Prof Andrea Turrina sobre o mundo do tecido conjuntivo e das fáscias e com muita desenvoltura e conhecimento, a sua palestra demonstrou a importância desse tecido e como podemos intervir em nossos tratamentos. Evidências científicas não faltaram com muitos artigos da área de bioengenharia como uma grande diferencial.

Depois, tivemos o Prof Juan Manuel de los Santos Perdigones que ministrou uma palestra sobre Pubalgia em Atletas de futebol com uma abordagem teórico prática e com muitas dicas de tratamento dentro de um raciocínio osteopático com muito embasamento também.

A Profa Leticia Ostertag falou sobre uma Abordagem do Paciente Pediátrico no esporte onde demonstrou as dificuldades e particularidades para tratar esse público específico dentro de um raciocínio osteopático.

O Prof Fernando Perez realizou uma mesa redonda com representantes de várias modalidades do esporte argentino e também que contou com a presença do  Dr Julio Granados, fisioterapeuta do Comitê Olímpico da Costa Rica. O tema principal foi como a osteopatia ajuda na melhora da performance do atleta de alto nível e como podemos ajudar nas evoluções de nossos atletas. Sabe se que hoje em dia, todas as equipes de alto nível possuem osteopatas em sua equipe médica.

O Prof Rogério Queiros realizou uma brilhante palestra sobre As Repercussões do Sistema Visceral no Sistema Músculo esquelético com uma abordagem simples e eficiente demonstrando com muito conhecimento e evidências como podemos estabelecer essas relações e avaliar e tratar nossos pacientes com esse tipo de problema.

O Prof Carlos Tejedor falou sobre a Manipulação Espinal nas Lombalgias onde foram apresentados critérios de avaliação e predição clínica para qual o tipo de paciente que deve ser manipulado em caso de lombalgias.

E então, a Prof Elena Martinez fez uma palestra sobre a Osteopatia e a Infertilidade onde foram abordados a avaliação osteopática e quais são as possibilidades de tratamento para esses problemas.

Chegamos então a mais uma aula do Prof Dr François Ricard que falou da Abordagem Osteopática das Hérnias Discais com pontos importantes de avaliação do paciente com hérnia para a tomada de decisão clínica.

O Prof Leonardo Nascimento apresentou uma palestra sobre Evidências Científicas em Osteopatia Craneal – passado, presente e futuro onde foi mostrado como a osteopatia craniana evoluiu com argumentos contra a sua utilização e a favor e o que devemos esperar para o futuro nessa área.

Vocês devem ter estranhado que nenhum tema foi muito aprofundado nesse texto mas, informamos que a partir da semana que vem teremos textos específicos de cada palestrante!

Aguarde, toda quinta tem!!


Por Prof Leonardo Nascimento, FT MsC DO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

EIPS e a confiabilidade de sua palpação

Alterações de Modic – a manipulação vertebral ajuda ou atrapalha?

O teste de discriminação de dois pontos melhora com o tempo de prática?