Ciost 2018 - Argentina

Teremos nessa semana uma publicação um pouco diferente onde um de nossos autores, Leonardo Nascimento que vos escreve aqui, esteve presente e irá contar um pouco como foi esse evento que contou com a presença de mais de 300 participantes e com professores da Argentina, Itália, França, Espanha e Brasil.

O nosso congresso começou com uma brilhante palestra do Prof Andrea Turrina sobre o mundo do tecido conjuntivo e das fáscias e com muita desenvoltura e conhecimento, a sua palestra demonstrou a importância desse tecido e como podemos intervir em nossos tratamentos. Evidências científicas não faltaram com muitos artigos da área de bioengenharia como uma grande diferencial.

Depois, tivemos o Prof Juan Manuel de los Santos Perdigones que ministrou uma palestra sobre Pubalgia em Atletas de futebol com uma abordagem teórico prática e com muitas dicas de tratamento dentro de um raciocínio osteopático com muito embasamento também.

A Profa Leticia Ostertag falou sobre uma Abordagem do Paciente Pediátrico no esporte onde demonstrou as dificuldades e particularidades para tratar esse público específico dentro de um raciocínio osteopático.

O Prof Fernando Perez realizou uma mesa redonda com representantes de várias modalidades do esporte argentino e também que contou com a presença do  Dr Julio Granados, fisioterapeuta do Comitê Olímpico da Costa Rica. O tema principal foi como a osteopatia ajuda na melhora da performance do atleta de alto nível e como podemos ajudar nas evoluções de nossos atletas. Sabe se que hoje em dia, todas as equipes de alto nível possuem osteopatas em sua equipe médica.

O Prof Rogério Queiros realizou uma brilhante palestra sobre As Repercussões do Sistema Visceral no Sistema Músculo esquelético com uma abordagem simples e eficiente demonstrando com muito conhecimento e evidências como podemos estabelecer essas relações e avaliar e tratar nossos pacientes com esse tipo de problema.

O Prof Carlos Tejedor falou sobre a Manipulação Espinal nas Lombalgias onde foram apresentados critérios de avaliação e predição clínica para qual o tipo de paciente que deve ser manipulado em caso de lombalgias.

E então, a Prof Elena Martinez fez uma palestra sobre a Osteopatia e a Infertilidade onde foram abordados a avaliação osteopática e quais são as possibilidades de tratamento para esses problemas.

Chegamos então a mais uma aula do Prof Dr François Ricard que falou da Abordagem Osteopática das Hérnias Discais com pontos importantes de avaliação do paciente com hérnia para a tomada de decisão clínica.

O Prof Leonardo Nascimento apresentou uma palestra sobre Evidências Científicas em Osteopatia Craneal – passado, presente e futuro onde foi mostrado como a osteopatia craniana evoluiu com argumentos contra a sua utilização e a favor e o que devemos esperar para o futuro nessa área.

Vocês devem ter estranhado que nenhum tema foi muito aprofundado nesse texto mas, informamos que a partir da semana que vem teremos textos específicos de cada palestrante!

Aguarde, toda quinta tem!!


Por Prof Leonardo Nascimento, FT MsC DO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Alterações de Modic – a manipulação vertebral ajuda ou atrapalha?

Precisamos nos atualizar sobre manipulações cervicais

Dor lombar crônica e disfunção somática - qual a correlação?